Recomenda-se:

Netscope

Thursday, July 26, 2012

Questão de forma: republicação


Alessandra Ambrosio (anjo da Victoria´s Secret)  Crystal Renn (modelo plus size)  e Brooklyn Decker (modelo da Sports  Illustrated) posando para a capa da Glamour. Com e sem photoshop: corpos diferentes, com pontos fortes e fracos. 

Devido ao malfadado malware, fui obrigada a eliminar um dos textos mais lidos do Imperatriz. Publico-o novamente, esperando que não haja mais problemas...

Na altura de seleccionar o guarda roupa, não há nada mais importante do que prestar atenção ao formato do nosso corpo, ou biotipo. Por vezes, como escrevi aqui certos opinion makers  tecem comentários sobre a forma física de determinadas celebridades,
classificando-as atabalhoadamente como "magras" "plus size" ou "curvilíneas", o que acaba por gerar confusão e complexos nas mulheres -  com muitas a julgar-se mais gordas ou sem formas do que são na realidade, ou a comprar roupas que não as favorecem a 100%.
"A menina é magrinha, pode vestir isto" é uma das frases mais enganadoras que se ouvem nos provadores das lojas. O peso e tonicidade do corpo devem ser tidos em conta, como é óbvio, mas o verdadeiro truque está na proporção entre medidas.
 Escolhendo as peças certas para o seu tipo de silhueta uma mulher pode ficar sempre fantástica, independentemente de ter ou não uns quilinhos a mais. Para quê investir em roupas que assentam assim-assim?

Os biotipos dividem-se sensivelmente entre AmpulhetaRectângulo (Coluna ou BoyishTriângulo (Pêra) e Triângulo Invertido (Maçã ou Morango). Por sua vez, estes tipos de corpo surgem em vários tamanhos e alturas.

                                                                Ampulheta


É considerado o ideal, por ser proporcionado e logo, fácil de vestir  - principalmente quando se trata de uma "ampulheta esguia" ou mesmo petite.  Calcula-se que só 8,4% das mulheres tem este formato de corpo. O tipo ampulheta apresenta busto saliente, aproximadamente da mesma medida das ancas, a cintura estreita e vincada e pernas torneadas, de comprimento equilibrado em relação ao tronco. A estrutura óssea é bem definida, com ombros elegantes na mesma proporção dos quadris. Numa figura assim, convém realçar o contorno das curvas sem cair na vulgaridade.

Exemplos: Dita Von Teese, Salma Hayek, Eva Mendes, Katherine Heigl, Kelly Brook, Scarlett Johansson, Halle Berry, Marilyn Monroe, Penelope Cruz, Eva Longoria ( ampulheta petite) Kylie Minogue,Brigitte Bardot, Raquel Welch, (ampulhetas esguias) Sophia Loren, Monica Bellucci,  Christina Hendricks, Queen Latifah (plus size).

                                                 Usar:

 Uma "ampulheta magrinha" pode usar quase tudo, mas numa figura mais cheia convém atenuar um pouco o busto e as ancas. Afinal, as curvas já lá estão.

- Linhas clássicas e simples: a figura de ampulheta é das que mais se adequa à roupa formal. 
- Calças cigarrette, a direito; calças sem pinças nem bolsos na zona das ancas/coxas (pencil, chino...); jeans clássicos, boot cut e calças boca de sino.
Este corpo foi feito para usar vestidos: em viés, tank (justos na cintura e no decote) sheath dresses de alfaiataria, envelope, balão 3/4 e linha A.
- Saias lápis, evasè e godés.
 - Vestidos e blusas que enfatizem a cintura ( os modelos inspirados na renascença, belle èpoque, era vitoriana e anos 50 são boas referências).
- Blusas de camponesa.
- T-shirts simples, de decote redondo; blusas traçadas.
- Tecidos consistentes e peças estruturadas, mas não demasiado rígidas;
- Tecidos que "abracem" o corpo sem colar.
- Formas ligeiramente esvoaçantes.
- Cintos justos.
-Decotes em V, amplos, de corte medieval, portrait ou à barco, que revelem o pescoço e os ombros.
- Casacos cintados (inspire-se nos casacos dos anos 30, 40 e 50).
Trench coats.

Usar com cautela:
- Vestidos e saias bandage;
- Alças demasiado finas, especialmente para as mais cheiinhas;
- Golas altas ( se tiver um busto XL);
- Pregas ou volume na zona das coxas.

Evitar
- Tudo o que disfarce o contorno do corpo: dá um ar "trapalhão" e "engorda".
- Roupas direitas (como vestidos trapézio) que escondem a cintura e aumentam as ancas;
-Casacos de formato quadrado.
- Calças com bolsos volumosos.
- O corte império.
- O estilo baggy e peças demasiado volumosas ou pesadas.
- Decotes próximos do pescoço.
- Tops de modelo americano (mais estreitos nas omoplatas).
- Vestidos de formas sinuosas (tipo anos 20) sem cintura.
- Casacos ou camisas com ombros demasiado largos;
- Tecidos demasiado finos e formas muito fluidas (que realçam o rabiosque e as ancas da maneira errada).

                                                              Rectângulo (Coluna ou Boyish)
A figura boyish é por norma esguia, longa e atlética, com ombros, quadris e cintura aproximadamente da mesma medida.  Apresenta pernas e braços elegantes, busto pequeno ou regular, ancas estreitas, glúteos pouco salientes e uma cintura menos definida. É um tipo de corpo que suporta volume em zonas "proibidas" para a maioria. O estilo casual e desportivo, difícil de usar com elegância por muitas mulheres, assenta como uma luva num corpo "coluna". O desafio está em criar feminilidade e suavidade.
 
Exemplos : Cameron Diaz, Kate Moss, Sienna Miller, Nicole Richie (petite) Nicole Kidman, Jennifer Hudson (plus size) Adriana Lima, Jennifer Anniston, Alexa Chung, Gwyneth Paltrow.

Usar:

- Casacos com pinças a apertar na zona da cintura;
- Saias curtas, balonê ou evasé, sempre com cintura solta para adelgar essa zona.
- Vestidos tubo (justos, nunca a direito) ou bandage, que aumentam as curvas.
- Tecidos fluidos, malhas fofas, peças leves com algum volume.
-Vestidos e tops soltos.
- Decotes halterneckjewel ,sabrina ou (caso queira mostrar um pouco de pele) 
 profundos: noutro tipo de corpo ficariam vulgares, mas neste resultam elegantes e desviam a atenção da cintura. Como alternativa, pode optar por costas muito decotadas.
- O temido corte império - esta é talvez a única figura que consegue usá-lo com graça.
- Vestidos fluidos, justos e sinuosos - inspire-se nos anos 20.
- Calças afuniladas ou ligeiramente boca-de-sino.
- Túnicas.
- Transparências e mangas rendadas.
Hotpants e mini vestidos.

Usar com cautela:

- Saias lápis.
- Calças harem ou palazzo, se for muito alta.
- Cinturas demasiado altas.

Evitar:

- Saias abauladas ou em tulipa, com a chamada "gathered waist", que criem volume sobre a barriga.
- Cintos bordados e outros detalhes volumosos na parte central do corpo.
- Jeans de cintura descaída.
- Casacos curtos.
- Sobretudos assertoados.
- Sapatos com saltos ou plataformas chunky.
Blusas de camponesa com elástico na zona dos quadris.
- Camisas por dentro de saias ou calças.


                                           Triângulo (Pêra)

Este tipo é bastante feminino e considerado estatisticamente o mais comum. Caracteriza-se pelo pescoço esguio, ombros delicados e estreitos, busto pequeno, estômago liso, cintura fina, ancas, coxas e pernas mais fortes. O volume concentra-se na parte inferior do corpo. Para equilibrar a figura pode aumentar-se visualmente os ombros ou diminuir os quadris, mas a cintura deve estar sempre em evidência.
 
Exemplos: Shakira, Jennifer Lopez, Rihanna, Kristin Davis, Cynthia Nixon,Keira Knightley (petite) Kelly Clarkson, Alicia Keys.

Usar:
- Tops, camisas e t-shirts vistosos ou justos, com cores vivas, bordados, folhos e detalhes interessantes, que atraiam a atenção para o tronco e braços esguios.
- Casacos compridos.
- Saias/vestidos balão e linha A.
- Bordados e volumes na zona do peito.
- Decotes ousados nas costas.
- Tops que exponham a barriga.
- Calças e saias ligeiramente fluidas, com tecido de qualidade
que não marque a pele.
- Calças a direito, bem estrutudas, com uma ligeira largura de bainha.
- Blusas e malhas de cava ou decote largo, que dêem a ilusão de alongamento.
- Decotes barco e outros que exponham ambos os ombros.
- Cai cais, para as magrinhas.
- Mangas volumosas.
- Saias e vestidos evasé.
- Partes de baixo em tons escuros.
 - Jeans escuros e clássicos, a direito ou boot cut.

Usar com cautela:

Túnicas: escolha as que não ajustam sobre a anca.
- Jeans descaídos: evitam que a calça "bluse" na cintura e reduzem o rabiosque, mas aumentam os quadris.
- Alças fininhas.

Evitar:

- Jeans claros e coçados.
- Calças cigarrette ou stretch.
- Grandes decotes em V.
- Calças pata de elefante ou palazzo.
- Calças sem bolsos ou pelo contrário, com grandes bolsos volumosos, bordados e outros detalhes.
- Corsários.
- Micro saias.
- Saias lápis ou em viés.
- Tops escuros com partes de baixo claras.
- Calças ou saias de pregas.
- Casacos ou blusas que terminem em cima das ancas- prefira um pouco acima ou abaixo da parte mais larga.


                Triângulo Invertido (Morango ou Maçã):

Este biotipo agrega o melhor dos dois mundos: um busto generoso e parte inferior esguia. Os ombros são largos, as ancas estreitas e a cintura menos pronunciada. O peso tende concentrar-se na parte central do corpo. O truque está em equilibrar a medida entre os ombros e os quadris, criando uma figura mais feminina.


Exemplos: Giselle Bundchen, Catherine Zeta Jones, Angelina Jolie, Lindsay Lohan, Helena Christensen, Drew Barrymore, Demi Moore, America Ferrera, Liz Hurley.

Usar:

- Saias lápis que acentuam as pernas esguias. Evasé, rodadas ou a direito também são boas opções.
- Jeans justos na zona das ancas.
- Skinny jeans.
- Roupas assimétricas e angulosas.
- Padrões diagonais.
- Decotes profundos, que alonguem o pescoço.
- Tops decotados "frente única" que apertem no pescoço - ajudam a diminuir os ombros.
- Tops de cava americana.
- Mini saias.
- Calças pata de elefante, palazzo ou pantalona: este é o tipo em que as calças volumosas assentam melhor, pois ajudam a equilibrar a parte superior do corpo. Pregas nas coxas e bolsos grandes são permitidos.
- Calças cargo.

Usar com cautela:

- Cinturas baixas: favorecem, mas não em peças justas.
- Alças finas e cai cai.
- Calças demasiado clássicas, sem volumes, pinças ou pregas.

Evitar:
- Ombreiras grandes.
- Partes de cima com muitos detalhes, especialmente se estiver mais gordinha.
- Blusas de decote amplo (camponesa, barco, portrait...) que vão contrastar demasiado com as ancas escorridas.
- Blusas de tecido volumoso com detalhes na altura do busto.
- Tops com linhas horizontais.
- Tops curtos, que mostrem a barriga.
- Vestidos e casacos estruturados.
- Mangas volumosas.









24 comments:

Panurgo said...

Épico. Sissi, és uma autêntica Fílon dos bosques.

Maria Pitufa said...

Já li o texto umas duas vezes e eu não consigo perceber bem em que parte é que estou!! O texto está bem escrito eu é que acho que não percebo nada disto!!

Imperatriz Sissi said...

Thanks...I guess :) . Referes-te ao de Alexandria?

Imperatriz Sissi said...

Maria, a dúvida é em relação ao tipo de corpo ou ao texto em si?
Se for a primeira hipótese, com uma descrição talvez eu possa ajudar.

Maria Pitufa said...

É relativamente ao tipo de corpo!! :) Como disse eu acho que o texto está claro... eu é que sou uma leiga nestas coisas!!
Tenho os ombros ligeiramente mais largos que as ancas, mas felizmente pouco( vá lá larguei a natação a tempo :p), não sou muito alta...não tenho peito grande e depois tenho uma anca de cerca de uns 93/94cm...e uma cintura que anda nos &4 cm...

Maria Pitufa said...

Ups só agora reparei... cintura nos 64 cm...

Imperatriz Sissi said...

Se a diferença entre os ombros e a anca é insignificante, a cintura vincada e o peito não é muito pequeno, eu arriscaria dizer ampulheta. Mas se a figura é toda ela mais a direito, pode ser coluna..geralmente o corpo coluna tem os braços e as pernas a tender para o magro ou ossudo, a figura ampulheta é toda ela mais curvilínea e torneada, mesmo em pessoas magras.

Maria Pitufa said...

:) Obrigado! Ainda assim, devo informar que fico assustadora num vestido à império! Pareço um cabide lá dentro ou uma pré mamã!!! :) Mas claro nada é linear!

Imperatriz Sissi said...

Isto são linhas de orientação, porque cada corpo é diferente e o tamanho do peito, por exemplo, pode variar de tempos a tempos (devido flutações de peso, etc). Mas com uma anca de mais de 90 cm, ombros da mesma medida e cintura a rondar os 60, a discrepância entre a cintura e ombros/anca é grande o suficiente para classificar a tua figura como ampulheta. Eu iria por aí - realçar a cintura e o busto, evitar roupa "largueirona" e investir em bons tecidos.

Imperatriz Sissi said...

É natural. Tal como está no texto, corte império é recomendado para uma figura Coluna como a Nicole Kidman, ou para um Triângulo Invertido magro, jamais para uma ampulheta - qualquer que seja o peso! É um desperdício de curvas e aumenta o que não deve aumentar.

Maria Pitufa said...

Isso é verdade! E sim o facto de uma pessoa ser magra não quer dizer que lhe fique tudo bem! Às vezes eu acho que um bocadinho de bom senso ajuda sempre!!! Mas tenho reparado que é uma coisa em vias de extinção!! Às vezes veja cada coisa!!

Imperatriz Sissi said...

Sim, o biotipo é muito mais importante do que o peso na escolha. Um corpo magro suporta melhor qualquer extravagância, mas pode facilmente ficar "sem graça" em vez de ter os pontos fortes realçados. Tendo atenção ao tipo de corpo, é possível estar sempre gira independentemente do peso, e escapar a tendências de moda que não nos fiquem bem...
Acho que todas as mulheres já gastaram dinheiro numa roupa que é totalmente errada, mesmo estando em óptima forma. E o motivo em geral é esse.

Panurgo said...

Sim.

Imperatriz Sissi said...

;)

Imperatriz Sissi said...

Há que evitar o síndroma "saco de batatas" nas mulheres.

Alexa ML said...

Hummm.. Assim na generalidade, e lendo os descritivos todos, diria que sou ampulheta, mas também tenho algumas dúvida. É que as outras 3 são tipo "Definitivamente Não!" e há umas quantas coisas na ampulheta que me assentam como uma luva.. Mas depois há alii uns aspectos que me deixam na dúvida. Mas lá está, são só linhas gerais, certo? =P Gostei muito!

Imperatriz Sissi said...

Obrigada, Alexa :) . Sim, são linhas gerais porque cada corpo é diferente. Temos de escolher aquele que mais se aproxima do nosso. Por vezes, tirar medidas ajuda. Uma ampulheta anda pelos clássicos 90-60-90, mais coisa menos coisa, numa pessoa que tenha uma estrutura parecida com a da Brigitte Bardot, por exemplo. Em alguém mais pequeno (como a Eva Longoria) ou maior (como a Sophia Loren)é fazer as contas proporcionalmente.

Joana Sá said...

Gostei do post, bela dica

Kiss kiss.*Jo
http://joandcompanystyle.blogspot.com/

chihiro said...

Post antigo, mas que gosto de reler :)

Ainda assim, fico com dúvidas relativamente onde encaixar o meu tipo de corpo... Tenho os ombros e as ancas largas, com a cintura um pouco vincada, mas com o peito pequeno. Sou alta (tendo em conta a média da mulher portuguesa), pelo que nunca sei em qual destas categorias "tradicionais" me encaixar.

Alguma sugestão Sissi?*

Imperatriz Sissi said...

Obrigada, Chihiro. Eu apostaria na ampulheta- destaque para a cintura, e a ajuda de um bom push up para equilibrar tudo. Beijinho.

Júlia Albuquerque Vieira said...

O post está excelente mas tenho um problema, sempre fui triângulo acontece que agora por motivos de saúde engordei e fiquei com a zona do abdómen exagerada, cintura nem dá para dizer pois parece que a zona de baixo mais gordinha subiu, penso que chamam ao estado em que me encontro de oval , será? Imp. Sissi gostava muito que me ajudasse, eu sei que tenho que emagrecer mas está difícil, além disso sou bem baixinha, 1,55 e tenho 55 anos será que dava para por aí umas dicas? Fica-lhe extremamente grata. Júlia (Júlia Albuquerque Vieira) em Lisboa

Imperatriz Sissi said...

Olá Júlia,

obrigada! Acaba de ser publicado um post a responder à questão. Espero que ajude! Beijinho.

minimilk said...

estou tão contente por ter descoberto aquele que me parece ser o único blog sobre moda em Portugal! e este post, que me deu a descobrir que apesar de ser gordinha (e bem roliça), tenho silhueta de ampulheta (a proporção mantém-se apesar da preguiça e da gula)! obrigada por falar "sem papas na língua" e ser uma blogger íntegra no que diz e pensa (coisa rara).

Imperatriz Sissi said...

Muito obrigada, Minimilk. Fico muito contente :) Beijinho

Textos relacionados:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...