Recomenda-se:

Netscope

Thursday, October 3, 2013

Correndo o risco de fazer zangar muita gente...eu embirro com Pedro Chagas Freitas.

"Deixa-me cá citar, a ver se arranjo namoro".
                      
Não conheço o trabalho de Pedro Chagas Freitas. E em boa verdade, não tenho grande curiosidade em conhecer. Sou esquisita quando se trata de livros, de autores vivos pior um pouco, de autores da moda nem me falem. Pode até ser uma excelente pessoa, com imenso conteúdo. Pode ser um poseur da pior espécie. Não sei, não emito julgamentos e sinceramente, tenho melhores coisas para fazer do que pesquisar agora a obra do cavalheiro. Se calhar o defeito é meu e nesse caso, o Sr. Chagas Freitas que tenha a fineza de me desculpar. 
 Não fosse o Facebook, essa fabulosa janela para a bisbilhotice, eu não sonharia que existia um senhor que escreve livros e que dá por esse nome. Sou distraída, abomino modismos e mal me sobra tempo para ler todos os clássicos que me faltam. Logo, é pelo Facebook - via muitíssimo digna para aprender parvoíces - que vou apanhando aqui e ali umas citações pseudo eróticas, pseudo profundas e assaz xaropentas assinadas por ele. 

Ora, não há nada pior do que pseudo erotismo a tender para o "profundo", a puxar à "sensibilidade". Escrever sobre a luxúria é das coisas mais complicadas à face da terra, é verdade. Ou o resultado é soberbo ou horroroso - não há meio termo. E tudo o que empregue eufemismos só torna a coisa ridícula: 
lembrem-se dos livrinhos da Harlequin, que ao menos têm cenários giros: há sempre um nobre escocês que embirra com a proprietária recém chegada e rebelde, ao mais shakespeariano e arquetípico estilo de "A Fera Amansada"; acabam envolvidos e felizes para sempre. Mas ao menos os livros da Harlequin não tentam ser filosóficos. Se usam eufemismos é por um pudor que acaba por embaraçar mais ainda, não por pretensão intelectual.

 Pior do que os eufemismos para designar as coisas mais naturais do mundo, só o contornar da coisa mais natural do mundo: não se menciona nada, mas fala-se nos fluidos, no suor (blheeec!) no roçar não sei de quê, no adormecer juntos, filosofa-se sobre o êxtase - o que acaba por ser mais indecente do que chamar as coisas pelos nomes. Não me senti embaraçada com Fanny Hill, Justine, Chin Pin Mei, o Decameron, Jou Pou Tuan, Histoire D´O (devo estar a esquecer algum, com certeza) mas fico vivamente atrapalhada, nauseada, com os excertos deste senhor.

 Pior ainda - e perdoem-me pessoas amigas que possam apreciar o género - os seus trechos "profundos", ao que tenho visto,  batem o recorde das frases de engate facebookianas usadas por raparigas feiotas e desmioladas, ansiosas por um romance, ou um engate de ocasião que seja,  que as salve do desespero absoluto. Estas, que descrevi aqui. Segundo blhec desta modesta crónica. Só isso bastaria para me fazer embirrar com o trabalho do senhor. A julgar por isso, Pedro Chagas Freitas está para as raparigas tontas como Adelaide Ferreira ou Rita Guerra estão para donas de casa suburbanas e românticas que papam novelas como as beatas papam hóstias, ou como o Toni Carreira para as senhoras românticas mais lá da aldeia. Logo, com uma legião de fãs tontas, está-se bem marimbando para o que pensa uma rapariga que tendo as suas tonterias, as limita a modas e elegâncias. "Uma mulher que lê muito é um perigo", lá diz o povo, logo é melhor que limite as leituras a textos que passem o teste do tempo. 

Assim - repito - é pelo Facebook que o conheço. Má estreia.

  Se estou a ser indelicada, o que não é de todo o meu estilo, peço desculpa.  Mas fazer-me entrar pelos olhos dentro citações tão...enjoativas, é uma péssima maneira de se dar a conhecer. 



1 comment:

Inês Maria Rocha Gonçalves Moura de Sousa said...

Eu nem conhecia tal personagem e teria passado bem sem o conhecer. Não gostei, quer-me parecer que se esforça em demasia para ser bom e não passa de mais um pseudo intelectual da treta como outras largas centenas que hoje em dia se designam "escritores". Como diria a Sissi, blhec para si Sr. Chagas Freitas

Textos relacionados:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...