Recomenda-se:

Netscope

Friday, April 25, 2014

"Slut shaming"...que vem a ser isso?


A expressão "slut shaming", que designa uma coisa muito grave de que milhares de mulheres são vítimas desde que o mundo é mundo, tem estado na ordem do dia numa certa imprensa internacional -  aligeirada e usada a bel  talante para designar todo o  "pecado" (leia-se opinião) entendido como anti feminista ou qualquer comentário honesto, pouco politicamente correcto, que diga basicamente "parem de se vestir e agir como umas galdérias, se faz favor".

 Mesmo quem leva as mãos à cabeça perante, por exemplo, a hipersexualização da música pop, apressa-se a justificar, numa reviravolta paranóica, que "não está a fazer slut shaming", nem a julgar (hoje em dia tem-se pavor de fazer julgamentos, publicamente pelo menos, o que é uma mania francamente hipócrita porque mais ou menos, todo o ser humano julga... além de revelar uma elasticidade moral bem dispensável...) e que não se trata de "ser púdico" - como se ter pudor, nos dias que correm, fosse motivo de vergonha.

 Está tudo ao contrário: hoje em dia não é quem vai para a rua ou aparece na televisão/redes sociais/imprensa em poses de cabaret, e muito pior, que se deve sentir envergonhado, mas quem repara ou critica. É proibido proibir, criticar, julgar ou apontar, até as coisas mais escabrosas. 


 Mesmo perante a tournée mais que escandalosa de Miley Cyrus, que faria corar Madonna nos seus tempos mais selvagens (vão ver com os vossos próprio olhos porque me recuso a colocar aqui as imagens na íntegra) haverá quem diga "isto não me parece bem...é impróprio para os adolescentes...mas não quero fazer slut shaming, porque não sou um púdico!".

 Como por um lado não me rala minimamente que digam "olha a Sissi que julga e aponta o dedo" ( pois julgar parece ser, nestes tempos de fim do mundo, uma prova de bom senso) mas por outro não me apetece elaborar o óbvio (porque quem "não vê mal nenhum" em coisas assim só pode ter uma moral a condizer com quem se põe nestes preparos, logo é tempo baldado tentar explicar o que é que está mal) deixo uma citação genial que explica lindamente onde é que está o mal de vestir e comportar-se como...bem, uma senhora que trabalha numa rua com luzes encarnadas:

Dave Chappelle
“The girl says "Oh uh-uh, wait a minute! Wait a minute! Just because I'm dressed this way does not make me a whore!" Which is true, Gentlemen, that is true. Just because they dress a certain way doesn't mean they are a certain way. Don't even forget it. But ladies, you must understand that is fucking confusing. It just is. Now that would be like me, Dave Chappelle, the comedian, walking down the street in a cop uniform. Somebody might run up on me saying, "Oh, thank God. Officer, help us! Come on. They're over here. Help us!" "Oh-hoh! Just because I'm dressed this way does not make me a police officer!" See what I mean? All right, ladies, fine. You are not a whore. But you are wearing a whore's uniform.”
― Dave Chappelle

Tudo dito....




No comments:

Textos relacionados:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...