Recomenda-se:

Netscope

Thursday, August 9, 2012

E ontem foi assim...

Muito calor, muito passeio por praças batidas do sol, em terras de touros e sevilhanas. Os cavalos andaluzes são um espanto. E os trajes de flamenca, vistos de perto, dão vontade de ter um! Sempre os achei demasiado espampanantes, mas...que femininos, que elegantes, que perfeitos que são! Qualquer mulher se deve sentir guapa com aquelas lindas mangas, as cinturas vincadas e os decotes arredondados. O pior é... que ia eu fazer com tal fatiota? No entanto, não digo que não me passe pela ideia encomendar um vestido com inspiração de salero...
 Como é meu costume, aproveitei para visitar todas as ermidas e capelinhas que encontro. As imagens são tão bonitas que acordam a devoção à mais empedernida das almas. Achei curiosíssima esta representação de Jesus sobre um burrinho. É muito agradável ver um povo que não esquece a sua fé nem as suas tradições, por muito citadino que se torne e por mais feios que os tempos andem...

Tudo isto me recorda o poema de Júlio Dinis:

Ai, quem me dera em Sevilha,
 Onde a travessa espanhola 
Sob a elegante mantilha 
As negras trancas enrola...

No comments:

Textos relacionados:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...